(86) 3131-1300
Teresina, 25 de Setembro de 2017
 
Publicada Terça-feira, 04/04/2017
Caixa regulamenta crédito consignado com garantia do FGTS

A Caixa Econômica Federal apresentou as regras de funcionamento do crédito consignado com garantia do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A partir de agora, os bancos já podem começar a firmar convênios com as empresas para que seus trabalhadores tenham acesso à linha de crédito, que dá prazo de até 48 meses para pagamento.

A medida, agora regulamentada, é remanescente da equipe econômica da então presidente Dilma Rousseff que, em fevereiro do ano passado, tinha proposto um pacote de crédito para injetar até R$ 83 bilhões na economia. Naquela época, o Ministério da Fazenda estimou um potencial de liberação de R$ 17 bilhões. Agora, as cifras - bem como o interesse na linha - podem ter mudado depois da autorização para o saque das contas inativas do FGTS.

Pela lei 13.313 de 2016, aprovada em julho do ano passado, o trabalhador poderá dar como garantia para as operações de crédito até 10% do saldo total do FGTS ou 100% da multa paga pelo empregador em caso de demissão sem justa causa, que é de 40% do saldo.

A taxa máxima foi fixada pelo Conselho Curador do FGTS em dezembro do ano passado em 3,5% ao mês, o que equivale a uma taxa anual de cerca de 51%. Assim, a nova modalidade tem um custo pouco acima daquela do consignado em folha dos trabalhadores do setor privado, que fechou fevereiro com taxa anual de 43,8%. Para os beneficiários do INSS a taxa anual estava em 30,7% e para os servidores públicos em 27,4%.

Em nota, o Ministério do Trabalho avalia que a operação é vantajosa para as instituições financeiras, não só pelo desconto das parcelas direto na folha de pagamento, mas também porque o FGTS assegura que o valor emprestado, ou pelo menos parte dele, poderá ser imediatamente recuperado caso o trabalhador perca o emprego.

Fonte: Jornalfloripa

 
Centro de Apoio a mulher comerciaria
CONTRACS
Contribuição Sindical
Contribuicao Social e Federativa
Convencoes
CUT BRASIL
CUT PIAUÍ
Portaria
Sindeconpi
TVT
 
lista
25.09.2017 Riachuelo é acusada pelo MP por usar terceirização para precarizar trabalhadores
22.09.2017 Sintetro anuncia paralisações diárias no transporte coletivo
22.09.2017 Creche promove atividades em homenagem ao dia da Árvore
20.09.2017 Domingo é dia de futebol no clube dos comerciários; confira os resultados dos jogos
20.09.2017 "Reforma Trabalhista é descaradamente patronal", diz desembargador Meton
19.09.2017 Jovens são os mais afetados com o desemprego, aponta Ipea
14.09.2017 Começa pagamento do PIS 2017-2018 para nascidos em setembro
13.09.2017 Reforma deve aprofundar fosso salarial de não sindicalizado
12.09.2017 Reforma trabalhista deve respeitar convenções da OIT
11.09.2017 Campanha para anular a Reforma Trabalhista já está nas ruas
08.09.2017 Campeonato tem disputas equilibradas entre os times: Confira os resultados
05.09.2017 Beijo forçado é estupro? Posso denunciar uma cantada? O que a lei diz sobre os abusos contra mulheres
05.09.2017 Lula diz que transformou o combate à fome em profissão de fé
01.09.2017 Colônia de Férias do sindicato fará sorteio para o feriado do comerciário
30.08.2017 Noite de homenagens marca abertura do Congresso da CUT
29.08.2017 21 pontos da reforma trabalhista que ainda podem ser revertidos
29.08.2017 Caixa deposita lucro do FGTS para 88 milhões de trabalhadores
22.08.2017 Prefeitura de Teresina inaugura creche para filhos de comerciárias
21.08.2017 Sindicato inicia jogos para campeonato dos comerciários
14.08.2017 Sindicato dos Comerciários e da Construção Civil promovem curso de marketing sindical
10.08.2017 LDO define salário mínimo de R$ 979 próximo ano
10.08.2017 Sindicatos promovem cursos de Argumentação Sindical e Marketing Sindical em Teresina
SINDCOM - Sindicato dos Empregados no Comercio e Serviço de Teresina
Rua David Caldas, 536
sindicatocomerciariothe@hotmail.com - (86) 3131-1300