86 3131-1300
Teresina, 01 de Maio de 2017
 
Publicada Quarta-Feira, 05/04/2017
Veja como funciona o empréstimo com o FGTS como garantia

Desde ontem, os trabalhadores já podem buscar empréstimos consignados - que são aqueles com desconto direto na folha de pagamento - oferecendo o FGTS como garantia.

A Caixa já publicou as regras para operações desse tipo e, na prática, os bancos e as empresas estão firmando um convênio para permitir que os funcionários tenham acesso a essa linha de crédito.

Veja como funciona:
- O trabalhador do setor privado pode oferecer até 10% do saldo do FGTS como garantia para empréstimo consignado.
- Em caso de demissão, no entanto, o empregado poderá dar como garantia até 100% do valor da multa paga pelo empregador - atenção! Não é 100% do FGTS, é 100% da multa, o que quer dizer que é 40% do total do FGTS.
- Os valores dados como garantia podem ser retidos pelo banco no momento em que o trabalhador perde o vínculo com a empresa.

Prós e contra
Os especialistas em finanças alertam que a medida não é de todo boa para o trabalhador, pois reduz a poupança, tão importante num momento de fragilidade, que é a demissão sem justa causa.

Mas o governo avalia que, nesse momento de crise econômica, quando as famílias estão bastante endividadas e com vários casos de desemprego em casa, a medida vem como uma forma de facilitar empréstimos com juros mais baixos. Então, aquelas pessoas que estão em dívida, por exemplo com o cheque especial ou com o cartão de crédito, cujos juros ultrapassam 300% ao ano, podem agora trocar a dívida por uma mais barata.

Dando o FGTS como garantia, as condições são as seguintes:

- Taxa de juros: até 3,5% ao mês, o que equivale a cerca de 51% ao ano.

- Prazo máximo para pagamento: 48 meses.

 
Centro de Apoio a mulher comerciaria
CONTRACS
Contribuição Sindical
Contribuicao Social e Federativa
Convencoes
CUT BRASIL
CUT PIAUÍ
MST
Portaria
Sindeconpi
 
lista
28.04.2017 Comerciários fazem arrastão pelo centro comercial
28.04.2017 Deputados do Piauí que votaram a favor da reforma trabalhista foram escrachados
28.04.2017 Greve geral paralisa centro comercial de Teresina
27.04.2017 Reforma trabalhista foi aprovada por 296 votos contra 177; veja as mudanças
26.04.2017 Sindicato dos Comerciários realiza o Torneio do Trabalhador
25.04.2017 Comissão começa a discutir relatório da reforma da Previdência; veja alterações
25.04.2017 Comerciários realizam festa do trabalho no clube social
24.04.2017 Reforma trabalhista permite que empregador reduza salário de funcionário
20.04.2017 Comunicado
19.04.2017 Lula: 'Reformas de Temer são bomba atômica na cabeça dos trabalhadores'
17.04.2017 Reforma trabalhista prevê demissão consensual
11.04.2017 Secretaria lança aplicativo 'Atende Sine' para tentar reduzir desemprego no Piauí
11.04.2017 Secretaria lança aplicativo 'Atende Sine' para tentar reduzir desemprego no Piauí
11.04.2017 Fraude em seguro-desemprego no PI renderia R$ 4,2 milhões aos cofres públicos
07.04.2017 Governo propõe salário mínimo de R$ 979 para 2018
07.04.2017 Nota de solidariedade à jornalista Cintia Lages
06.04.2017 Comerciários farão paralisação dia 28 contra a terceirização e as reformas da previdência e trabalhista
05.04.2017 Veja como funciona o empréstimo com o FGTS como garantia
05.04.2017 Loja é condenada ao pagamento de danos morais por ofensas a trabalhadora
04.04.2017 Caixa regulamenta crédito consignado com garantia do FGTS
03.04.2017 Entenda como ficam os novos juros do cartão de crédito
31.03.2017 Preços de remédios sobem até 4,76% a partir de hoje
SINDCOM - Sindicato dos Empregados no Comercio e Serviço de Teresina
Rua David Caldas, 536
sindicatocomerciariothe@hotmail.com - 86 3131-1300