86 3131-1300
Teresina, 24 de Maio de 2017
 
Publicada Terça-feira, 25/04/2017
Comissão começa a discutir relatório da reforma da Previdência; veja alterações

O deputado Arthur Maia faz a leitura do seu relatório na Comissão Especial que analisa a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência (PEC 287/16)

O relatório sobre a reforma da Previdência apresentado pelo deputado Arthur Maia (PPS-BA) será discutido esta semana na comissão especial criada para analisar a proposta na Câmara. A primeira reunião de discussão está marcada para a tarde de hoje (25).

Depois de fechar acordo com parlamentares da oposição, que tentavam obstruir a sessão de leitura do parecer do relator, o presidente da comissão especial, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), designou que todas as reuniões desta semana sejam para discutir o relatório e apresentar pedido de vista.

O acordo com a oposição ainda definiu que a votação do relatório pelos membros da comissão deve ocorrer na próxima semana, dia 2 de maio. E na semana seguinte, a partir do dia 8, o relatório já poderia ser votado no plenário. Mas, depois da apresentação do relatório final de Arthur Maia, o governo continua buscando adesão da base aliada para garantir a aprovação da proposta.

Seguindo algumas reivindicações, o parecer do relator preservou o teor da proposta do governo, mas flexibilizou alguns pontos.

Cronograma

O líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC), afirmou à TV Brasil que não cabe mais mudanças na proposta da reforma da Previdência. Segundo Moura, as modificações solicitadas pela base já foram feitas, e o texto a ser trabalhado para aprovação é o que já foi apresentado pelo relator na comissão especial. "Esse é o entendimento do governo. Agora é esperar que a base, já que foi atendida, possa votar o texto apresentado pelo relator”, disse.


Sobre a possibilidade de adiamento da data de votação da proposta, o líder garantiu que o cronograma está mantido e não será prorrogado. "Não tem uma semana a mais. O cronograma estabelecido é o que será cumprido", destacou.

O líder reiterou que o plenário deve votar a reforma trabalhista nesta semana e, na próxima, a da Previdência. “Nesta terça, [devemos] concluir a votação da recuperação fiscal dos Estados, em plenário, e votar a Reforma Trabalhista amanhã [27], na comissão especial. Na quarta-feira [28], [votar] em plenário. Já na próxima semana, após o feriado, votar a reforma da Previdência na comissão especial, e, logo em seguida, no plenário”, afirmou.

O relatório ainda pode ser alterado durante as discussões na Câmara.

Veja os principais pontos do texto:




 
Centro de Apoio a mulher comerciaria
CONTRACS
Contribuição Sindical
Contribuicao Social e Federativa
Convencoes
CUT BRASIL
CUT PIAUÍ
MST
Portaria
Sindeconpi
 
lista
24.05.2017 Delator da JBS entrega à PF anotação que cita Comercial Carvalho
23.05.2017 Aplicativo Sine Fácil facilita busca por emprego, reduz as filas e a burocracia
23.05.2017 Planalto garante que nascidos de setembro a dezembro poderão sacar FGTS
23.05.2017 Após quatro dias, relator desiste de suspender reforma trabalhista
19.05.2017 Manifestantes gritam "Fora Temer" e pedem eleições diretas em Teresina
18.05.2017 Reforma trabalhista é suspensa e oposição quer barrar a proposta no Senado
18.05.2017 Queremos interrupção imediata das reformas, diz presidente da CUT
16.05.2017 Mais de 6 mil pessoas foram demitidas no Piauí em abril
15.05.2017 Procuradora do Trabalho apura denúncia contra Lojas Rabelo
12.05.2017 Agências da Caixa vão funcionar para saque das contas inativas do FGTS
11.05.2017 Não quero ser julgado por interpretações, mas por provas
10.05.2017 Loja Rabelo tenta dar golpe nos trabalhadores
09.05.2017 Alunos da Uninovafapi apresentam trabalho de pesquisa sobre Seguridade Social no Sindicato dos Comerciários
08.05.2017 Inscrição para o Enem 2017 começa nesta segunda; veja como fazer passo a passo
05.05.2017 Com caminhada pelo centro, comerciários lançam campanha salarial 2017-2018
03.05.2017 Comerciários lançam campanha salarial 2017-2018 nesta sexta-feira
03.05.2017 Receita Federal vai expandir o eSocial para empresas
02.05.2017 Comerciários são homenageados no dia do trabalhador
28.04.2017 Comerciários fazem arrastão pelo centro comercial
28.04.2017 Deputados do Piauí que votaram a favor da reforma trabalhista foram escrachados
28.04.2017 Greve geral paralisa centro comercial de Teresina
27.04.2017 Reforma trabalhista foi aprovada por 296 votos contra 177; veja as mudanças
SINDCOM - Sindicato dos Empregados no Comercio e Serviço de Teresina
Rua David Caldas, 536
sindicatocomerciariothe@hotmail.com - 86 3131-1300