Home
(86) 3131-1300
Rua David Caldas, 536
sindicatocomerciariothe@hotmail.com
NOTÍCIAS SERVIÇOS LAZER CONVENÇÕES SINDCOM TV
 
Publicada Segunda-feira, 09/10/2017
Parte da frota dos ônibus de Teresina paralisa nesta terça-feira

Sindicato fará manifestação em frente à Câmara Municipal pelo fim do reembolso às empresas em casos de assaltos

Motoristas e cobradores do transporte coletivo de Teresina irão paralisar as atividades na manhã desta terça-feira (10). O protesto, que acontece das 09h às 12h, reivindica melhores condições de trabalho,  além de mais segurança para os usuários e trabalhadores.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário (Sintetro), Fernando Feijão, afirma que apenas 30% da frota irá funcionar. A categoria vai se reunir em frente à Câmara Municipal para pedir ainda o fim do reembolso feito pelos cobradores às empresas em casos de assaltos e multas por atrasos nas viagens.

De acordo com Fernando, quando um ônibus é assaltado, o cobrador deve reembolsar a quantia levada à empresa, e isso é um dos pontos importantes nas reivindicações. Além disso, quando o trajeto do ônibus passa do tempo estipulado, o motorista paga uma multa de R$ 3.300, ou seja, mil vezes o valor da passagem atual.

“Nós queremos o fim da multa imposta aos trabalhadores. Não tem como fazer o trajeto no horário se não há vias para os ônibus andarem. Essa multa não está prevista na CTB”, afirma Fernando Feijão.

Logo após a concentração na Câmara, os funcionários irão realizar uma manifestação no centro da capital.

A Superintendência de Transportes (Strans) informou ao Portal AZ não haverá reposição dos ônibus, já que, segundo a assessoria de comunicação, o órgão não foi avisado com antecedência sobre a paralisação. Segundo a Strans, para que houvesse reposição, o órgão teria que ser comunicado até 72 horas antes.

Fonte: PortalAZ


 
Balcão

Todas as edições:
278 277 276
Links
TVT
Sindeconpi
Portaria
CUT PIAUÍ
CUT BRASIL
Convencoes
Contribuicao Social e Federativa
Contribuição Sindical
CONTRACS
Centro de Apoio a mulher comerciaria