86 3131-1300
Teresina, 19 de Fevereiro de 2017
 
Publicada Sexta-feira, 30/12/2016
Governo regulamenta salário mínimo de R$ 937 em 2017

Foi publicado no "Diário Oficial da União" desta sexta-feira (30) o decreto que atualiza o valor do salário mínimo dos atuais R$ 880 para R$ 937 (aumento equivalente a 6,47%) a partir de 1º janeiro de 2017.

O novo salário mínimo é R$ 57 maior do que o atual, mas ficou R$ 8,8 abaixo dos R$ 945,8 que haviam sido propostos em agosto pelo governo federal.
Segundo o decreto, o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 31,23 e o valor horário, a R$ 4,26.


De acordo com o governo, o reajuste do mínimo para R$ 937 deve gerar um incremento de R$ 38,6 bilhões nos salários dos brasileiros em 2017, correspondente a 0,62% do PIB.

Na véspera, ao justificar por meio de nota o fato de o reajuste ter sido menor do que as previsões iniciais, o Ministério do Planejamento disse que apenas aplicou as regras previstas na legislação.

O comunicado ressalta que a estimativa para a inflação pelo INPC em 2016, usada no cálculo do reajuste, ficou em 6,74%. Ou seja, menor do que a previsão de 7,5% estimada em outubro, quando o projeto de Orçamento do ano que vem foi enviado ao Congresso.

No entanto, o índice de inflação é 0,27 ponto percentual maior do que o que vai ser aplicado ao salário mínimo de 2017.

Segundo o Ministério do Planejamento, a diferença a menos – que corresponderia a R$ 2,29 – se deu porque a legislação permite que, na hipótese de ocorrer diferenças entre as projeções dos índices utilizados para calcular o aumento e o que foi efetivamente anunciado, seja feita uma compensação no reajuste seguinte.

Fonte: Uol

 
Centro de Apoio a mulher comerciaria
CONTRACS
Contribuição Sindical
Contribuicao Social e Federativa
Convencoes
CUT BRASIL
CUT PIAUÍ
MST
Portaria
Sindeconpi
 
lista
17.02.2017 Bancos lançam linhas de crédito para antecipar FGTS
17.02.2017 MPT afirma que reforma trabalhista não vai gerar mais emprego
16.02.2017 Temer sanciona lei que reforma o ensino médio
16.02.2017 Festa para categoria comerciária dia 17 de março
14.02.2017 Governo divulga calendário de saque do FGTS
13.02.2017 Caixa deve transferir diretamente para correntistas saldo de conta inativa do FGTS
10.02.2017 Reajustes salariais abaixo da inflação têm maior patamar desde 2008, diz pesquisa
10.02.2017 Bradesco, Itaú, Santander e Safra doaram para relator da reforma da Previdência
09.02.2017 Supremo garante revisão a aposentados de 1988 a 1991
09.02.2017 Senado aprova MP da reforma do ensino médio; texto vai a sanção
09.02.2017 Cesta básica começa 2017 com alta de 0,57% em Teresina
08.02.2017 Caixa terá site só com orientações sobre saque de contas inativas do FGTS
08.02.2017 Efeitos da PEC da Previdência: acesso restrito, remuneração menor
07.02.2017 Uber: apesar de lucrativo, não há estabilidade de emprego
06.02.2017 Minha Casa, Minha Vida passa a incluir famílias com renda de até R$ 9.000 com aumento no preço dos imóveis
02.02.2017 Caixa alerta para calendário de saques do FGTS falso nas redes sociais
27.01.2017 BC divulga lista de bancos com mais reclamações no 2º semestre de 2016
27.01.2017 Petrobras reduz preços do diesel e da gasolina nas refinarias
26.01.2017 Chamadas de fixo para celular terão reajuste médio de 1,33%
24.01.2017 Boleto bancário poderá ser pago em qualquer agência após vencimento
23.01.2017 Nupevid amplia políticas de enfrentamento à violência contra a mulher para 2017
20.01.2017 Seminário sobre contas inativas do FGTS movimenta classe trabalhadora de Teresina
SINDCOM - Sindicato dos Empregados no Comercio e Serviço de Teresina
Rua David Caldas, 536
sindicatocomerciariothe@hotmail.com - 86 3131-1300