(86) 3131-1300
Teresina, 25 de Setembro de 2017
 
Publicada Terça-feira, 11/04/2017
Fraude em seguro-desemprego no PI renderia R$ 4,2 milhões aos cofres públicos

O Piauí está em 8º lugar no ranking dos estados que possuem maior quantidade de seguros-desemprego fraudados

O Ministério do Trabalho identificou 764 pedidos de seguro-desemprego fraudados no Piauí, provocando o bloqueio de R$ 4.279.379 até ontem (10). A situação foi constatada através do novo sistema de combate a fraudes, implantado pelo Governo Federal desde dezembro do ano passado.

O Piauí está em 8º lugar no ranking dos estados que possuem maior quantidade de seguros-desemprego fraudados. São Paulo, que concentra a maior população do país, lidera o ranking, com 5.257 pedidos, seguido do Maranhão, com 3.733 casos.

As fraudes comprovadas são comunicadas à Polícia Federal. Quem tiver o seguro-desemprego bloqueado será comunicado e deverá procurar o Ministério do Trabalho, pois existem casos em que o próprio trabalhador não sabe que seus dados foram utilizados por fraudadores.

Sistema


A base para o rastreamento do Ministério do Trabalho é o CPF do trabalhador, o que também ajuda a reduzir problemas de duplicidade de matrícula no Programa de Inclusão Social (PIS). A ferramenta faz a integração com todas as bases de dados do Ministério do Trabalho, Receita Federal, Caixa Econômica Federal, entre outras.

De acordo com o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, o sistema permite acompanhar todo o processo entre o pedido do benefício e o pagamento feito pela Caixa. A plataforma vai permitir uma economia estimada em até R$ 1,25 bilhão aos cofres públicos em 2017. O investimento no sistema antifraude foi de R$ 72 milhões.

A nova ferramenta também vai permitir que, a partir de 2018, o trabalhador demitido sem justa causa tenha acesso ao seguro-desemprego sem precisar comparecer às agências do Ministério do Trabalho. O empregador informará a demissão por meio do Caged, que passará a ser diário. A partir daí, a ferramenta analisará se esse empregado preenche os requisitos do seguro-desemprego. Em caso positivo, o trabalhador receberá informações via SMS, email e telefone sobre o andamento do processo de acesso ao benefício, até o momento do saque.

A plataforma faz o cruzamento das informações, construindo “trilhas” para a análise de amostras dos requerimentos de seguro-desemprego. Neste momento, está em operação apenas uma “trilha” de rastreamento, mas até julho deste ano, estarão implantadas mais de 30, que permitirão verificar um maior número de fraudes.

Fonte: Ministério do Trabalho

 
Centro de Apoio a mulher comerciaria
CONTRACS
Contribuição Sindical
Contribuicao Social e Federativa
Convencoes
CUT BRASIL
CUT PIAUÍ
Portaria
Sindeconpi
TVT
 
lista
25.09.2017 Riachuelo é acusada pelo MP por usar terceirização para precarizar trabalhadores
22.09.2017 Sintetro anuncia paralisações diárias no transporte coletivo
22.09.2017 Creche promove atividades em homenagem ao dia da Árvore
20.09.2017 Domingo é dia de futebol no clube dos comerciários; confira os resultados dos jogos
20.09.2017 "Reforma Trabalhista é descaradamente patronal", diz desembargador Meton
19.09.2017 Jovens são os mais afetados com o desemprego, aponta Ipea
14.09.2017 Começa pagamento do PIS 2017-2018 para nascidos em setembro
13.09.2017 Reforma deve aprofundar fosso salarial de não sindicalizado
12.09.2017 Reforma trabalhista deve respeitar convenções da OIT
11.09.2017 Campanha para anular a Reforma Trabalhista já está nas ruas
08.09.2017 Campeonato tem disputas equilibradas entre os times: Confira os resultados
05.09.2017 Beijo forçado é estupro? Posso denunciar uma cantada? O que a lei diz sobre os abusos contra mulheres
05.09.2017 Lula diz que transformou o combate à fome em profissão de fé
01.09.2017 Colônia de Férias do sindicato fará sorteio para o feriado do comerciário
30.08.2017 Noite de homenagens marca abertura do Congresso da CUT
29.08.2017 21 pontos da reforma trabalhista que ainda podem ser revertidos
29.08.2017 Caixa deposita lucro do FGTS para 88 milhões de trabalhadores
22.08.2017 Prefeitura de Teresina inaugura creche para filhos de comerciárias
21.08.2017 Sindicato inicia jogos para campeonato dos comerciários
14.08.2017 Sindicato dos Comerciários e da Construção Civil promovem curso de marketing sindical
10.08.2017 LDO define salário mínimo de R$ 979 próximo ano
10.08.2017 Sindicatos promovem cursos de Argumentação Sindical e Marketing Sindical em Teresina
SINDCOM - Sindicato dos Empregados no Comercio e Serviço de Teresina
Rua David Caldas, 536
sindicatocomerciariothe@hotmail.com - (86) 3131-1300